Depois do ciclo progressista: novas alternativas ao sul

Versão 1

cartaz: Bárbara Szaniecki


Evento no FB: https://www.facebook.com/events/1544810705836245/

Dois dos maiores intelectuais de movimento da América do Sul estarão juntos no Rio de Janeiro para discutir uma nova perspectiva, depois do esgotamento do ciclo progressista de governos surgidos na década de 2000 em meio a vibrantes mobilizações democráticas. Muito mais do que projetos políticos ou econômicos, está em questão toda uma matriz existencial, biopolítica e cultural, a partir das tendências reais de transformação que percorrem o subcontinente.

Alberto Acosta Espinosa, economista de Quito, um dos fundadores do partido indigenista Pachakutik e participante da Revolución Ciudadana com a chegada de Rafael Correa à presidência do Equador, em 2006. Acosta foi presidente da Assembleia Constituinte e lançará no evento seu novo livro, “O bem viver, uma oportunidade para imaginar outros mundos”, traduzido por Tadeu Breda pela editora Autonomia Literária. Rompeu com o correísmo e se tornou um crítico do projeto desenvolvimentista, em especial no episódio da exploração petrolífera do Parque Yasuní e seus efeitos destrutivos às comunidades indígenas e ao meio ambiente.

Oscar Vega Camacho, intelectual boliviano do grupo Comuna, de que participou o vice-presidente Alvaro Linera até 2008, é autor de “Errancias: aperturas para vivir bien”, elaborado a partir de numa intensa participação no processo constituinte plurinacional liderado pelo governo de Evo Morales e seu partido, o Movimiento Al Socialismo (MAS). Distanciou-se do governo e de Linera, com os demais integrantes do Comuna, devido às escolhas desenvolvimentistas que prejudicaram os direitos dos indígenas e da Terra (Pachamama), que tem estatuto jurídico reconhecido na nova constituição da Bolívia.

27/1/2016 no Auditório da Escola de Serviço Social da UFRJ – Campus Praia Vermelha, a partir das 15:00.

PROGRAMAÇÃO

15:00 ~ Abertura
– Giuseppe Cocco (UFRJ)
– Tadeu Breda (jornalista e tradutor)
– Samuel Braun (sindicalista)

17:00 ~ Alternativas constituintes no Brasil pós-2013
– Clarissa Naback (PUC-RJ)
– Celio Gari (Garis em luta)
– Camila Moreno (UFRJ)
– Alexandre Nascimento (FAETEC)

19:00 ~ O bem viver como imaginação em luta
conferencistas:
– Alberto Acosta (Equador)
– Oscar Camacho (Bolívia)
debatedor:
Bruno Cava (UniNômade)


ENTRADA FRANCA.


Mostrar
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkdin
Share On Pinterest
Share On Reddit
Share On Stumbleupon
Ocultar