Tenda

A imagem em tempos de amor ciborgue

Por Bárbara Szaniecki, UniNômade, 14/10/2017 — — Chama a atenção, logo de cara, as datas: 2049. Se o filme de 1982 nos projetava num cenário de 2019, o filme de 2017 nos projeta agora numa cenário de 2049. São 37 […]

Blade Runner: Vivendo depois do fim dos tempos

Por Bruno Cava, em Kinodeleuze, 12/10/2017 — — Crítica do filme “Blade Runner 2049” (Denis Villeneuve, 2017) Um olho esverdeado se abre no plano inicial. A íris é agigantada pelo zoom até dar lugar, com o corte, ao monumental plano […]

Para além da opressão: a potência da precariedade.

  Educação popular: em 2017, por Silvio Munari (Sílvio Munari é pedagogo, com doutorado em educação pela Ufscar, e vem pesquisando as relações entre educação, pedagogia e diferença no contemporâneo) Bom, o que me levou a São Luís foi a […]

A consolação nacional: um balanço das eleições na Alemanha

O artigo apresenta uma reflexão sobre as causas sociais que estão na base da chegada da extrema direita no parlamento alemão nas últimas eleições de setembro de 2017.

Christopher Nolan, o tecnocrata da imagem-ação

Por Jonathon Sturgeon, na revista Baffler, em 25/7/2017 | Trad. UniNômade — O diretor Christopher Nolan com Kenneth Branagh, em “Dunkirk” (2017) — Gostaria de imaginar Christopher Nolan, o último dos conservadores, trabalhando no set: ele veste um casaco com […]

E agora, como será o 2 de outubro?

Por Manuel Castells, na Vanguardia, 30/9/17 | Trad. UniNômade — — “No dia de hoje, anulado e desarmado o independentismo catalão, as tropas constitucionais alcançaram os seus últimos objetivos. A sedição terminou. Madri, 1º de outubro de 2017.” Tal poderia […]

Chavista (I): la biopolítica de la deuda y el consumo

Por Jeudiel Martínez, em outubro de 2017, para a Uninômade Brasil — — Habla de lo que él llama la Unidad de las cosas, al mismo tiempo que no deja de pensar en la posibilidad de su unificación empírica. William […]

“Mãe” de Aronofsky segundo o conceito de ritornelo

Por Bruno Cava, em 24/9/17 | Crítica do filme “Mother” (Darren Aronofsky, 2017) — — O filme pode ser lido como uma versão desvirtuada da Bíblia, repleta de demônios, falsos messias e teodiceias perversas. Ou como uma reinterpretação das escrituras […]

O que ainda nos consome

Por Salvador Schavelzon, em Urucum: novas formas de vida, 22/9/17 — — O caminho esquecido contra o que ainda nos consome Da ressaca de todas as crises da esquerda que atravessamos ficamos com algo: o mundo não é mais só […]

Quando a filosofia faz pop

Por Bruno Cava e Murilo Duarte Costa Corrêa, na Navalha de Dali (blogue autoral), em 18/9/17 — — Uma semana depois, a publicação de A pop filosofia que falta poderia sugerir que “aderimos ao contemporâneo”. Talvez isso se deva ao […]

Página 8 de 72« Primeira...678910...Última »

Mostrar
Ocultar